• LAPES

O Ensino Superior: avanços da pesquisa

Diante do quadro ainda pouco claro das direções que pode tomar o ensino superior no país, nesse primeiro post de 2019 vamos apenas desejar um excelente ano para todos os que nos leem e mostrar um pouco dos avanços conseguidos no trabalho do LAPES.


Começando pelas notícias boas:


1 -Foi publicado um artigo, fruto da parceria com a PUC de Campinas e a Unicamp, de autoria de M. Ligia Barbosa, André Pires e Tom Dwyer, estabelecendo alguns pontos de comparação entre os sistemas de ensino superior no Brasil e na África do Sul. O artigo focaliza dois países com algumas semelhanças históricas e culturais, apesar das distâncias. Seguindo a tradição sociológica, consideramos que o modo de funcionamento das instituições de ensino superior é um dos fatores essenciais para o aumento ou a redução das desigualdades e dos conflitos na sociedade. Escolhemos como foco a separação entre setor público e privado, para o Brasil, e entre instituições historicamente negras ou brancas, para a África do Sul. Os dois países conseguiram melhorar o acesso ao ensino superior e criar algumas “world class universities”. Mesmo assim, as desigualdades sociais, e especialmente de gênero, persistem. E os sistemas criaram muito poucas universidades de excelência. A revista onde foi publicado o artigo, Changing Societies & Personalities, da Universidade Federal Ural, dá livre acesso à toda a revista, que tem ótimos artigos.

confira: (https://changing-sp.com/ojs/index.php/csp/article/view/56 )


2 -Numa entrevista para a rádio educativa da UFMG, M. Ligia Barbosa discutiu, baseada no texto publicado anteriormente (com André Vieira e Clarissa Tagliari), as chances de conclusão dos cursos nas diferentes áreas para alunos provenientes de famílias socialmente desiguais. E infelizmente, apesar da melhoria no acesso ao ensino superior, as chances de conclusão continuam muito marcadas pela posição social de origem. A entrevista pode ser ouvida aqui: https://ufmg.br/comunicacao/noticias/mesmo-com-expansao-de-vagas-ensino-superior-precisa-ser-mais-democratico


3 -Em posts anteriores iniciamos uma discussão sobre financiamento do ensino superior no país, que teve seu ponto alto com a apresentação, já em dezembro, do trabalho de Paulo Meyer Nascimento, pesquisador do IPEA. A instituição publicou um número especial do seu Boletim RADAR Nº 58, dedicada exclusivamente ao tema. Excelente iniciativa pois esse certamente será um ponto de tensão na discussão sobre os rumos do ensino superior em nosso país. http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/radar/181219_radar_58.pdf


4- Conseguimos avanços na divulgação e discussão do nosso trabalho: estivemos presentes em vários fóruns mas seria importante destacar ANPED e o SINCOL (http://www.anped.org.br/conten t/x-sincol-simposio-nacional-d e-educacao-e-iv-coloquio-inter nacional-de-politicas-educacio nais)


5- E também seminários internos ao LAPES e LEPES, além de seminários abertos e com bastante participação: AÇÕES, POLÍTICAS E AVALIAÇÃO DA PERMANÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Quem conclui os cursos superiores? Como?); Seminário LAPES: SELETIVIDADE, COESÃO SOCIAL E DESIGUALDADE: OS VALORES NO ENSINO SUPERIOR; Seminário LAPES: AS DIVERSAS FACES DAS POLÍTICAS DE INCLUSÃO NO ENSINO SUPERIOR.


6 -Aproveitando para divulgar: o prazo pra inscrição de trabalhos nos GTs da SBS está terminando. E um deles merece atenção especial dos pesquisadores do LAPES pois é coordenado por nossos colegas do Laboratório e trata exatamente do nosso tema: https://www.sbs2019.sbsociologia.com.br/simposio/view?ID_SIMPOSIO=21


7 - Nesses diversos seminários, além de convidados, como André Pires, da PUC Campinas ou Paulo Meyer do IPEA, todos os estudantes e professores tiveram oportunidade de apresentar e discutir seus trabalhos. Tivemos também avanços na qualificação dos nossos estudantes: Clarissa (Cardiff) e André (Stanford) no doutorado sanduíche; Leonardo qualificado; Eduardo avançando no projeto e na pesquisa; Adriane e Victoria entrando para o doutorado.


8- Finalmente, mas muito relevante, o avanço na discussão conceitual: De desigualdade de acesso => permanência => conclusão => transição para o mercado. De Seletividade às práticas institucionais e os formatos da diversificação // valores e mérito // Boa teoria, conjugada com domínio metodológico, faz avançar o conhecimento científico. É pra isso que estamos aqui!

0 visualização
  • Grey Facebook Icon